O que foi a Revolução Chinesa

A revolução chinesa foi uma luta nacionalista, no começo do séc. XX,  a fim de que os chineses comandassem a China sem intervenção de nenhum outro país, tendo uma vitória Socialista.

Como foi a Revolução Chinesa

Na primeira etapa da revolução, chamada de Nova Democracia, as grandes e médias propriedades rurais foram confiscadas pelo Estado e entregues aos camponeses. A refor­ma agrária foi muito importante para dimi­nuir a pobreza no país. Milhões de pessoas que antes viviam entulhadas nas favelas da periferia de Xangai e Pequim ganharam terra para trabalhar. Também foi organizado um gigantesco movimento de educação popular, que alfabetizou dezenas de milhões de adul­tos. As mulheres, que até então eram tratadas como servas domésticas, ganharam igualdade de direitos com os homens. Sem dúvida, era uma nova China que estava nascendo.

Em 1953, todas as empresas, bancos e indústrias passaram para o controle do Estado. A China se tornava um país socialista que se­guia o modelo soviético, com apoio total à industria pesada e à economia dirigida por planos de 50 anos. A URSS ajudava bastan­te, enviando dinheiro, tecnologia, engenhei­ros, médicos, professores e operários especializados.

 Como ficou a China depois da Revolução

De 1958 a 1962, os chineses arriscaram o Grande Salto para a Frente, que era um am­bicioso plano de desenvolvimento econômi­co. Eles chegaram a sonhar em se tornar um país desenvolvido no prazo de apenas 10 anos. Os camponeses se organizaram em grandes cooperativas chamadas comunas rurais. Cada comuna era uma fazenda cole­tiva (onde tudo pertencia a todos, onde traba­lhavam em cooperação) com milhares de fa­mílias camponesas. Essas comunas tinham seus próprios recursos para investir, incluin­do a instalação de pequenas indústrias, es­colas e hospitais. Porém o sonho mostrou-se incompatível com a dura realidade. Não ha­via recursos suficientes para que as comunas rurais pudessem ter todos os serviços que projetavam. Para piorar, aconteceram grandes enchentes, que destruí­ram plantações e provocaram fome. O Gran­de Salto para a Frente tinha fracassado. O re­sultado foi uma terrível epidemia de fome que matou milhares de pessoas.

 

Fonte:http://www.coladaweb.com/historia/revolucao-chinesa